Núcleo de Estudos Enunciativos e Aplicados da Linguagem - NEAL


As investigações desenvolvidas no contexto do NEAL podem trazer desdobramentos para pesquisas sobre questões de natureza enunciativa e interacional relativas à linguagem, além de se voltar para fenômenos como a construção da referência, a subjetividade, a intersubjetividade, o ensino de língua, a relação entre enunciação e transtornos de linguagem e a relação entre enunciação e trabalho, o que pode gerar elementos para elaboração de políticas públicas voltadas para o tratamento da identidade, da subjetividade, do ensino e para os contextos de trabalho.

(http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/204840)

Líder(es): José Temístocles Ferreira Júnior


Núcleo de Estudos Queer e Decoloniais – NuQueer


O NuQueer é um grupo de ensino, pesquisa e extensão que se reúne com os seguintes objetivos: - atuar sobre as condições materiais das comunidades subalternizadas, sendo aliado em suas estratégias de resistência; - pensar questões de gênero e sexualidade à luz de uma crítica aos projetos de necropolítica a às várias formas de colonialidade; - fortalecer alianças acadêmicas, sobretudo em tempos de tentativa de criminalização das nossas áreas por governos autoritários; - pensar ações concretas no combate a diferentes violências hegemônicas; - planejar ações concretas, por meio da Educação, para favorecer inovações em diferentes resistências políticas; - desenvolver atividades acadêmicas em diálogo com diferentes atores de outras esferas sociais (artivistas, integrantes de movimentos sociais, educadorxs e profissionais de diversos campos, incluindo as políticas públicas).

(http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1811537143738729)

Líder(es): Iran Ferreira de Melo


Teorias em Diálogo: Literatura e História


 natureza epistemológica dos estatutos histórico e literário enseja múltiplas interpretações, apontando para a instabilidade que os define conceitualmente na atualidade. Enquanto a História, marcada por uma diversidade discursiva referendada pelo homem como agente social, perde o lastro de objetividade que condicionava sua existência à luz de uma verdade universal, a Literatura, balizada pela supremacia da linguagem como motivo temático e formal, se afasta dos pendores retóricos, da intuição e da imaginação como critérios exclusivos que embasam sua construção como objeto estético. À luz deste panorama este Grupo de Pesquisa objetiva refletir sobre o alcance e os limites dos relatos históricos e literários como modelos narrativos, problematizar sua autonomia conceitual, distinguir tipologias e elencar as categorias textuais que os afirma como produções que transfiguram simbolicamente a realidade.

(http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9455819469877820)

Líder(es): João Batista Pereira


TRADICE - Tradições Discursivas do Ceará


O grupo TRADICE, fundado em 2004, atua nas linhas de pesquisa de Práticas Discursivas e Estratégias de Textualização e Linguística Aplicada do Programa de Pós-Graduação em Linguística, da Universidade Federal do Ceará. O objetivo geral do grupo é investigar como os textos se constituem nos diferentes gêneros textuais, desde o século XVIII até o presente, analisando os seus aspectos sócio-históricos e linguístico-discursivos. A noção de "tradições discursivas", nascida no âmbito da filologia românica e elaborada por romanistas alemães, dá suporte para investigar como se constituíram os textos que circulavam e circulam através dos tempos, em diferentes esferas sociais, e permite revelar práticas sócio-históricas de uso da linguagem ou linguagens. Atuando no âmbito do projeto nacional Para a História do Português Brasileiro (PHPB), o TRADICE desenvolve pesquisas em parceria com o PRAETECE (UECE) e ainda mantém intercâmbio acadêmico-científico com o grupo de pesquisa LEDOC (UFRPE).

(http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0722642648765368)

Líder(es): Valéria Severina Gomes